Posts tagged “antigo

Transfiguração


03, originally uploaded by It’s just Jack.

 

renova o todo que te faz.
sê o próprio furacão!

faz amor com as palavras,
funda a alma ao corpo
e beija com o coração em pureza.

é no turbilhão dos sentires
que todo o verbo se conjuga.

e o que é, ser-te-á retribuído

em amor e criação!


Harmonia

Blue Water Droplets, originally uploaded by Jacob Y.

 

ouvia,
enlevado,
a melodia divina

– que apenas é possível nas cordas da Harpa imemorial –

quando te reconheci ser
existência que já foi nossa.

dez mil eons aconteceram,
outras circunstâncias nasceram.

mas o Verbo é expressão da essência que nos faz,
que nenhuma distancia supera.

as palavras reúnem-nos.

somos uno plural!
vida em vidas
entregues ao reencontro eterno.

e no canto da brisa nocturna,
que passa por mim, serena,
pergunto:

amor?

e beijo-te,
integralmente.


Símbolos

 

as nuvens são hieróglifos magnéticos
suspensos no tempo azul.

É em sânscrito que se escrevem as enseadas!


Blue Clouds, originally uploaded by Philippe Sainte-Laudy.

Sóis Interiores

dandelion blue, originally uploaded by Emily Quinton.

 

árvores de luz do futuro
iluminaram a via do grande plantador.

o Palácio das Águas leves ainda é
o enigma do vento.

almas brancas,
nuvens soltas.


Memórias

outros …
tempos passados,
tristezas presentes.

não és só tu quem tem pena.
também eu te senti distante!

mas o cordão resistiu ao suceder.

foram as saudades que o alimentaram.
mesmo quando não estás,
ou estávamos,
                         ausentes.

muitas vivências aconteceram entre nós.
muitas memórias para unir,
neste momento que temos,
                                            conjunto.

o nosso toque permanecerá
no calor dos corpos …
                                      de luz!

… outros
tempos presentes,
alegrias futuras.


Não Existem Coordenadas

não existem coordenadas.
só miosótis em cristal vermelho.

expandem-se os sussurros místicos do Antigo,
chamamento sem substantivo,
que sentimos interior
no reconhecimento do profundo.

colunas em anil flamejante brotam das marés
e em todas as cavernas do Céu sorriem quarks azuis.

simples pronunciares dispensam representação.
há sentires que o são.

insisto. não existem coordenadas.
só o pleno do coração.

onde somos … LUZ antes da luz.